Novas Regras PIS 2015 Seguro Desemprego

Antes de falarmos sobre o que mudou, vamos entender o que motivou a criação das novas regras PIS 2015 Seguro Desemprego. Tudo teve início em 29 de dezembro de 2014, quando o governo anunciou publicamente que o seguro desemprego, o abono salarial, a pensão por morte e também o seguro defeso, que é o seguro desemprego do trabalhadores artesanais e o pescadores, sofreriam algumas mudanças.

novas-regras-PIS-2015-seguro-desemprego

O objetivo das novas regras PIS 2015 Seguro Desemprego é economizar R$18 bilhões de reais por ano ao Governo Federal, cerca de 0,3% do PIB. As mudanças não atingem os atuais beneficiários e serão válidas apenas daqui para frente. Segundo Mercadante, o foco principal das mudanças não são os trabalhadores que já estão no mercado de trabalho, mas os que ainda vão ingressar no mercado de trabalho.




Entenda: Novas Regras PIS 2015 Seguro Desemprego

As novas regras PIS 2015 seguro desemprego entraram em vigor desde o dia 28 de fevereiro, portanto, quem solicitar seguro desemprego a partir desta data estará enquadrado nas novas regras, quem solicitou antes seguem as regras antiga. Pela novas regras do seguro desemprego 2015 na primeira e na segunda solicitação do benefício não há exigência de comprovação de quantidade de salários consecutivos. Entretanto, a exigência de comprovação de salários consecutivos será exigida para os trabalhadores que estiverem solicitando o benefício a partir da terceira vez será.

Antes (até 2014) Agora
6 meses de prazo de carência para primeira concessão
  • 18 meses de prazo de carência para primeira concessão
  • 12 meses para segunda solicitação e 6 meses para terceira solicitação do seguro desemprego.

Agora, segundo as novas regras PIS 2015 seguro desemprego, para conseguir receber o seguro desemprego, o trabalhador demitido terá que comprovar além dos salários mensais recebidos, terá também que comprovar os meses trabalhados. A comprovação da quantidade de meses trabalhados agora é diferente e varia de acordo com a quantidade de vezes que o trabalhador solicitou o benefício do seguro desemprego.

Novas Regras PIS 2015 Seguro Desemprego – Saiba mais

Outras categorias que também foram alteradas com as novas regras PIS 2015 seguro desemprego, são por exemplo, o cálculo do benefício também estipula a redução do atual patamar de 100% do salário de benefício para 50% mais 10% por dependente. Não terá direito à pensão o condenado pela prática de crime doloso que tenha resultado na morte do segurado.

O auxílio-doença também sofrerá alteração com as novas regras PIS 2015 seguro desemprego. O teto do benefício será a média das últimas 12 contribuições, e o prazo de afastamento a ser pago pelo empregador será estendido de 15 para 30 dias, antes que o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) passe a arcar com o auxílio-doença.

novas-regras-PIS-2015-seguro-desemprego

Deixe um comentário!

comentários