PIS Vencimento sobre Folha

PIS PASEP PREVIDENCIA SOCIAL

Muitos funcionários ficam em duvida quando o assunto é deveres e obrigações da empresa em qual trabalha, as vezes neste momento muitas empresas não idôneas corrompem o funcionário e não paga todos os direitos do cidadão, e então fica aquela grande interrogação de “Mas o que será que está realmente errado?”.

As vezes o que falta é um pouco de conhecimento dos sindicatos disponiveis para qualquer funcionário no momento da indecisão. Uma das principais duvidas é quanto ao FGTS, uma contribuição obrigatória da empresa para o funcionário.


PIS: Vencimentos sobre folha

A folha de pagamento do funcionário é entendida como o demonstrativo de todos os valores que o funcionário “paga” e recebe tais como o pagamento bruto e líquido, gratificações, comissões, adicionais e afins. Não é categoria de salário o salário família, rescisão contratual ou indenização por dispensa.

PIS VencimentoO pagamento deve ser feito pela empresa até o vigésimo quinto dia depois do fim da folha de pagamento, se este dia cair num fim de semana o prazo é o ultimo dia útil antes do vencimento da data limite.

A contribuição de PIS é feita pela empresa para o funcionário sendo depositada todo mês no FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) onde fica disponível para o funcionário para saque depois do fim do contrato de empresa e funcionário. O valor varia de acordo com o salário, sendo geralmente ser extraído 1% do valor total.

Contribuição do PIS

Qualquer instituição deve fazer este pagamento que é direito de qualquer funcionário, caso não esteja feito corretamente o empregado deve procurar a empresa para maiores esclarecimentos, caso não seja resolvido cabe ir atrás do sindicato da profissão, basta procurar “Sindicato dos tele comunicadores” por exemplo, em qualquer site encontra-se o contato para o sindicato ou até a aba de reclamações.

O sindicato irá recorrer a Receita Federal para maiores esclarecimento, afinal algumas instituições são livres do pagamento deste imposto, caso não seja o caso da empresa reclamada, entra-se com um processo. O não pagamento acarreta problemas fiscais para a empresa, o que não é correto a mesma faltar com o direito do empregado.

Deixe um comentário!

comentários